Receba todas as Nossas Novidades!

Receba todas as Nossas Novidades!

Cadastre-se Abaixo e Venha Fazer Parte!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Como Vender na Amazon Brasil

Como Vender na Amazon Brasil

Muita gente desconhece o Poder de Vendas da Amazon Brasil, mas nós descobrimos o caminho mais Rápido e Lucrativo para que qualquer pessoa que tenha conhecimento de Internet, mesmo que nunca tenha vendido nada online, comece um Negócio de Sucesso na Amazon Brasil.

Milhares de Pequenos e Médios Empreendedores já estão aproveitando para iniciar suas vendas no Maior Marketplace do Mundo, e você também pode fazer parte desse Negócio, não importa o tamanho do seu negócio.

Porque Vender na Amazon Brasil

A Amazon Brasil começou suas atividades apenas com Livros e o famoso Kindle, onde você pode comprar E-books com valores bem baixos…

A Amazon sempre teve muito cuidado ao escolher e aceitar novos parceiros de venda nos países onde atuou. No Brasil, isso não é diferente. A empresa tem um nome a zelar, por isso estabelece uma série de pré-requisitos para aceitar novos parceiros.

Assim que a Amazon anunciou que expandiria suas ações para o Brasil, diversos players do mercado ficaram preocupados com o que isso representaria para o Ecommerce. Sem dúvida, este foi o momento em que as gigantes do mercado, como B2W, Mercado Livre e Magalu, entenderam que estavam ganhando uma concorrente de peso.

E, de fato, foi o que aconteceu. Em menos de 2 anos de atuação, a Amazon Brasil já está entre os 10 maiores marketplaces do Brasil, crescendo a cada dia que passa.

Embora ainda não tenha ultrapassado aqueles gigantes que comentei antes, os lojistas já perceberam a oportunidade que Amazon traz. Esse ano, o número de produtos disponíveis no marketplace superou a marca de 20 milhões.

Portanto, se você ainda ignora este marketplace, pode estar deixando de ganhar dinheiro, pois está dando espaço para que os seus concorrentes conquistem esse mercado.

Quando tratamos de vendas em marketplaces, é preciso validar as vendas em um antes de avançar para o próximo.

Uma vez que a venda já esteja validada, aquele ditado “um é pouco, dois é bom e três é demais” não se aplica. Na verdade, ele se transforma em “um é pouco, dois ainda é pouco, três é bom e quatro é melhor ainda, e assim por diante”.

 

Conheça o Treinamento AMAZON MONSTER, onde explico como você pode começar ainda hoje a vender na Amazon Brasil

Pré-requisitos para se vender na plataforma

Preste atenção aos dados pessoais e bancários necessários

Para se vender na Amazon, é preciso ser uma pessoa ou lojista com CPF ou CNPJ válido, fornecer conta de email, conta bancária e cartão de crédito internacional válido. São aceitas apenas as bandeiras Visa, MasterCard ou Diners.

É através do cartão que a Amazon verifica a legalidade da conta, além de cobrar as taxas de venda sobre cada produto.

Além disso, todos os vendedores precisam gerar e enviar notas fiscais eletrônicas referentes às vendas. Sim, isso é obrigatório.

O que vender na Amazon

Existem categorias de produtos que a Amazon só aceita vender itens novos, enquanto que em outras categorias essa restrição não acontece. Dessa maneira ela garante a qualidade dos produtos oferecidos dentro da plataforma.

Confira abaixo:

Categorias em que são permitidos apenas produtos novos:

  • Atividades ao ar livre

Tipo de produto: Equipamento para esportes ao ar livre, Ciclismo e Esportes de ação

  • Beleza

Tipo de produto: Corpo e banho, Cuidados com o cabelo, Manicure e Pedicure, Maquiagem, Pele, Perfumes

  • Calçados, Bolsas de mão e óculos

Tipo de produto: Calçados, Sandálias, Bolsas de mão, Óculos de sol e Armações

  • Esportes

Tipo de produto: Exercícios e Fitness, Acessórios para caça, Esportes em equipes, Roupas para atletismo, Canoagem e Pesca, Sala de jogos

  • Jóias

Tipo de produto: Brincos, Colares, Anéis, Pulseiras

  • Malas e Acessórios de viagem

Tipo de produto: Malas, Bolsas, Mochilas, Pastas, Guarda-Chuvas, Acessórios de Viagem

  • Produtos para bebê

Tipo de produto: Alimentação e Amamentação, Berçário, Fraldas, Itens para bebês, Gestantes

  • Relógios

Tipo de produto: Todos os tipos

  • Roupas e Acessórios

Tipo de produto: Moda feminina e masculina, Infantil e para bebês, Moda esportiva, Acessórios de moda

  • Saúde e Cuidados Pessoais

Tipo de produto: Bem-Estar, Depilação e Aparelhos de barbear, Dietas e Nutrição, Equipamentos e Artigos Médicos, Higiene, Medicamentos e Remédios

  • Brinquedos e Jogos (também permitidos colecionáveis)

Tipo de produto: Educativos, Construir e montar, Para bebÊs e crianças, Jogos de azar, Móveis e decoração infantil, Pelúcia, Quebra-cabeças.

Categorias em que são permitidos produtos novos, usados e reformados

  • Casa e Cozinha

Tipo de produto: Armazenamento e Organização, Cama, Mesa e banho, Decoração para a casa, Eletroportáteis, Obras de Arte e Ilustração, Produtos de Limpeza, Utensílios Domésticos

  • Celulares

Tipo de produto: Celulares e Acessórios, como fones de ouvido

  • Computadores

Tipo de produto: Notebooks, Computadores de Mesa, Tablets, Monitores e Acessórios

  • Eletrônicos

Tipo de produto: TV e Vídeo, Áudio e Vídeo Portáteis, Áudio para casa, Eletrônicos para carro

  • Ferramentas e materiais de construção

Tipo de produto: Construção, Encanamentos, Eletricidade, Ferramentas manuais e elétricas, Instalação de cozinha e banheiro, Materiais de pintura, Proteção e segurança

  • Games

Tipo de produto: Consoles, Jogos e acessórios

  • Livros

Tipo de produto: Livros, Calendários, Quadrinhos, Revistas, Jornais e outras publicações

  • Papelaria e Escritório

Tipo de produto: Agendas e cadernos, Lápis, Canetas e outros Materiais de Escrita, Calculadoras, Impressoras e Eletrônicos para Escritório, Material de Desenho e Pintura, Papéis e Organizadores

Tarifas e comissões da Amazon Brasil

A Amazon cobra uma comissão a cada produto vendido dentro da sua plataforma. Por isso, antes de começar a utilizar esse marketplace, é importante dar uma olhada no quanto será gasto com comissões, dependendo da categoria do seu produto.

Confira abaixo a comissão paga por cada categoria de produto:

Categorias cuja comissão paga é de 15%

  • Música
  • Vídeos e DVDs
  • Jardim e Piscina
  • Beleza
  • Cuidados Pessoais
  • Bebês
  • Brinquedos
  • Móveis
  • Ar Condicionado
  • Esportes, Aventura e Lazer
  • Ferramentas e Construção
  • Casa
  • Livros

Categorias cuja comissão paga é de 12%

  • Acessórios para Eletrônicos, Áudios e Celulares
  • Acessórios para PC
  • Acessórios para Escritório

Categorias cuja comissão paga é de 11%

  • Eletrônicos, TV e Áudio
  • Games e Consoles
  • PC
  • Cozinha
  • Papelaria e Escritório
  • Eletrodomésticos

Categorias cuja comissão paga é de 16%

  • Roupas e Acessórios
  • Sapatos, Bolsas e Óculos de Sol
  • Malas e Acessórios de Viagem
  • Relógios

2 – Escolha um plano de vendas

Uma vez que todos os pré-requisitos forem atendidos e você estiver convicto que deseja começar a vender na Amazon, o próximo passo é escolher o plano de vendas ideal para o seu negócio. Existem duas opções: Plano Individual e Plano Profissional.

Plano Individual: Para aqueles que estão começando agora e não têm muita experiência em Ecommerce, esse é o plano ideal. A Amazon recomenda esse plano para as pessoas que projetam até 10 vendas por mês. Caso escolhido esse plano, um valor fixo de R$2 é pago a cada produto vendido, além da comissão estipulada pelo marketplace. Além disso, esse plano tem algumas restrições de funcionalidades.

Plano Profissional: Esse plano é voltado para quem já tem mais experiência em Ecommerce e projeta ter mais de 10 vendas por mês. Nesse caso, paga-se uma mensalidade de R$19 por mês, somada a uma comissão a cada venda realizada. Não existe uma taxa fixa por produto vendido, como no Plano Individual, e os assinantes desse plano também não têm restrições de funcionalidades.

3 – Cadastre e valide a sua loja na Amazon

Depois que o plano tiver sido escolhido, é preciso realizar o cadastro no site. Para isso, você deve acessar a área de lojista localizada no site. Ela tem o nome de “Venda na Amazon”.

Depois, basta clicar em “Criar sua conta da Amazon” e preencher o formulário.

Nessa fase, você terá que fornecer aqueles dados que falei lá no começo que são pré-requisitos para se vender na Amazon. Além deles, vai precisar fornecer também o nome da empresa, endereço, website

4 – Cadastre os seus produtos

Agora que o cadastro do perfil já foi feito e validado, é preciso cadastrar os produtos que serão comercializados! Isso é feito na Seller Central. Lá é onde você vai fazer desde controle de conta, atualização de inventário, cadastro de produtos, contato com o comprador até o controle de pedidos e pagamentos.

Você tem duas opções para fazer o cadastro dos seus produtos:

  • Cadastrar manualmente cada produto através da ferramenta “Adicionar um produto”: Essa ferramenta serve para inserir e gerenciar o seu inventário um item por vez.
  • Cadastrar diversos itens por vez através da ferramenta “Modelos de Arquivos de Inventário”: Disponível apenas para usuários do plano de vendas profissional, essa ferramenta possibilita o cadastro e gerenciamento de vários itens de uma só vez.

Uma coisa interessante que ajuda muito é que se o produto que você vende já existe na loja brasileira da Amazon, é necessário apenas informar o estoque, condição de preço e forma de envio.

Caso contrário, é necessário informar o código de barras, além de informar as características do produto, como título e descrição.

No momento de escolher o título e bolar a descrição, é muito importante pensar na palavra-chave. Ela é essencial para o SEO.

5 – Gerencie as vendas e pagamentos

Dentro da Seller Central tem a opção “Gerenciar Pedidos”. Essa ferramenta informa todos os dados dos pedidos que chegaram. Você também recebe uma notificação por email quando recebe alguma demanda.

Essa ferramenta fica disponível para todos os usuários. No plano profissional, os vendedores recebem também um relatório no qual conseguem acompanhar todas as transações em tempo real.

Conforme as vendas forem sendo efetuadas, a Amazon segura o dinheiro e faz o repasse a cada 15 dias. O depósito é feito diretamente na conta informada pelo usuário.

Uma coisa legal desse marketplace é que o valor do repasse é feito por inteiro, mesmo se o comprador tiver parcelado a compra.

Por exemplo: digamos que você tenha vendido um produto que custa 300 reais, parcelado em 6 vezes. Se a venda for efetuada corretamente, quando a Amazon fizer o repasse, você receberá 300 reais logo de cara.

6 – Fique à frente da concorrência

Como já disse, a Amazon está entre os 10 maiores marketplaces do país. Portanto, existem milhares e milhares de pessoas vendendo lá todos os dias. Então como fazer para que seus produtos apareçam melhor nas pesquisas?

O algoritmo da Amazon permanece sendo um grande mistério. Então a chave é caprichar no SEO.

Imagens de qualidade, títulos e descrições bem-feitas são a maneira mais eficaz de conseguir aparecer mais bem posicionado dentro da Amazon.

Conheça as outras estratégias para otimizar suas vendas e faturar cada vez mais

Ficou claro que vender na Amazon é uma grande oportunidade que não pode ser desperdiçada, né?

Para aumentar o seu faturamento e ampliar a sua visibilidade, vender dentro da Amazon é a jogada certa a ser realizada. Ainda mais agora que esse e outros marketplaces vêm investindo pesado na venda de terceiros.

ENTRE AGORA PARA NOSSO GRUPO DE ALUNOS E EMPREENDEDORES NA AMAZON BRASIL!

Tags: | | | | | | |

Receba todas as Nossas Novidades!

Receba todas as Nossas Novidades!

Cadastre-se Abaixo e Venha Fazer Parte!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *